A Deputação celebra nas Neves um obradoiro de participação cidadã para a elaboração do Plano de Mobilidade Transfronteiriça

A convocação está dirigida a todas as pessoas e colectivos interessados da contorna, especialmente associações de vizinhança, ecoloxismo, comércio, consumo, centros educativos e mobilidade reduzida

 

Além disso, põem-se a disposição um inquérito online

 

plan mobilidade sustentable do río Miño transfronteirizoO plano de mobilidade sustentável do rio Minho Transfronteiriço, uma das principais acções do projecto europeu Smart Minho, liderança pela Deputação de Pontevedra, organiza nesta quinta-feira 21 de fevereiro nas Neves um obradoiro de participação cidadã, dirigido a pessoas e colectivos interessados da zona interior da fronteira, no que se recolherão propostas e sugestões e analisarão as problemáticas relacionadas com a mobilidade na zona transfronteiriça.

O obradoiro, que terá uma duração aproximada de uma hora e média, celebrará na Casa da Juventude das Neves, situada na rua Entrecines 10, às 19:30 horas. A convocação está dirigida a colectivos, entidades e pessoas interessadas dos municípios galegos e portugueses da contorna, especialmente às associações de vizinhança, ecoloxismo, comércio, consumo, centros educativos, diversidade #funcional e colectivos com mobilidade reduzida.

As pessoas interessadas que não possam assistir ao obradoiro poderão participar igualmente cobrindo de modo singelo um inquérito online no endereço web: www.plandemobilidade.com/minho.

Neste primeiro encontro analisar-se-á a mobilidade nos municípios da Cañiza, Arbo, Arcos de Valdevez, As Neves, Crescente, Covelo, Melgaço, Monçao, Mondariz, Mondariz Balnear, Ponteareas, Salvaterra e Põe da Barca. O próximo 28 de fevereiro em Valença, celebrar-se-á um segundo obradoiro dirigido aos restantes municípios que conformam o território transfronteiriço.

Modelo de mobilidade e accesibilidade

O PMST é uma das principais acções do projecto de cooperação transfronteiriça Smart Minho, que busca planificar um  modelo de mobilidade  e acessibilidade, entre as eurocidades do Minho, orientado à melhora da qualidade de vida das pessoas, a segurança vial e respeitoso com o meio ambiente. Para tal finalidade, é imprescindível contar com a participação de todas as instituições e agentes implicados no território para poder partilhar opiniões e sugestões sobre mobilidade neste espaço partilhado.

O estudo abrange mais de 3.300 km2 de território, inclui a 26 municípios galegos e portugueses, e a uma povoação de por volta de 376.000. Uma vez recopilada e analisada toda a informação obtida através dos inquéritos e obradoiros, poder-se-ão extrair as primeiras conclusões e estabelecer uma visão global do conjunto da mobilidade na área do rio #Miño transfronteiriço, com uma proposta de acções piloto lista para desenvolver no imediato.

O plano de mobilidade sustentável do rio Minho transfronteiriço enquadra-se dentro do projecto Smart Minho através do Programa Operativo de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal 2014-2020 (INTERREG V-A) e está co-financiado ao 75 % por fundos FEDER, com um orçamento total de 942.022,47 euros.