Vila Nova de Cerveira e Tomiño, primeiras câmaras municipais em conhecer os detalhes do projecto Smart Minho

Começa o turno de reuniões para apresentar a Estratégia de Cooperação Inteligente do Rio Minho Transfronteiriço-Smart Minho às câmaras municipais implicadas. Representantes da Deputação de Pontevedra e da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) reuniram-se esta tarde com a alcaldesa de Tomiño, Sandra González, e com o presidente da câmara autárquica de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, na que é a primeira reunião técnica de trabalho para discutir os aspectos mais sobranceiros da cooperação entre vilas limítrofes e as estratégias conjuntas que devem de artellarse para que a cooperação se converta num motor de desenvolvimento do território.

O objectivo do Smart Minho é fazer um estudo em profundidade do território que engloba ao sul da província de Pontevedra e ao norte de Portugal, descobrindo as suas fortalezas, debilidades e complementariedades tendo em vista desenhar um desenvolvimento estratégico conjunto que permita pôr em valor os seus recursos comuns através da cooperação transfronteiriça.

A Estratégia de Cooperação Inteligente pretende ser um programa de actuação para as próximas décadas de para um novo marco financeiro, um instrumento para apoiar a preparação de solicitudes candidatas a financiamentos para regiões fronteiriças e identificar os projectos áncora de desenvolvimento do território.

Toda esta estrutura será artellada e gerida através do Agrupamento de Cooperação Territorial Rio Minho (AECT), que está em pleno processo de constituição.

Mais fotos clicando aqui.